Academia
Pérolas Negras

O Pérolas Negras é um clube de futebol criado pelo Viva Rio para gerar impacto social. Nossas academias no Haiti e no Brasil são ao mesmo tempo casa, escola e centro de treinamento para jovens em busca de um futuro melhor. Elas promovem a inclusão e integração de imigrantes e jovens em situação de risco e atendem a todas as exigências da Fifa a um clube formador.

Origem: Haiti

Cerca de 150 atletas, meninos e meninas a partir de 11 anos, vivem e estudam na Academia Pérolas Negras nos arredores de Porto Príncipe.

A Academia Pérolas Negras combina exercícios com educação básica, valores e cidadania. As atividades desenvolvem as habilidades físicas e interpessoais dos jovens, além de um senso de responsabilidade. Os atletas recebem alimentação balanceada e treinamento tático, físico e técnico para uma performance de alto nível. Eles também vão para a escola local e têm acesso a cuidados médicos.

Destino: Brasil

Ao completar 16 anos, os jovens com mais talento e vontade são convidados a treinar no Brasil, onde encontram possibilidades reais de inserção no mercado do futebol. O Pérolas Negras disputa alguns dos principais torneios profissionais, sub-20 e sub-17 do país, e jovens haitianos vêm conseguindo contratos com grandes clubes brasileiros.

O futebol é um espaço democrático sem lugar para discriminação social, racial ou religiosa.

Por isso, o Viva Rio levar a ideia do Pérolas Negras para o resto do mundo. Uma carreira no futebol é um futuro possível e promissor para centenas de jovens levados por razões políticas ou humanitárias a deixar seus países. Para quem não é jogador, a academia está de portas abertas com ações de inclusão social.

As condições estão criadas

A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) determina que os clubes podem utilizar no máximo cinco jogadores estrangeiros por partida. Mas, para que o Pérolas Negras possa disputar os torneios oficiais sem estourar esse limite, a CBF passou a considerar os atletas refugiados e os imigrantes por razões humanitárias como brasileiros.

Para além do futebol

A vocação do Pérolas Negras é ser um clube formador, mas sabemos que nem todos os jovens conseguirão ganhar a vida como jogadores de futebol. Por isso, mesmo com a rotina pesada de treinos, não descuidamos nem por um dia do trabalho de educação e de formação cultural e instrumental dos alunos. Assim garantimos que, seja no Brasil ou em seus países de origem, os que não seguirem carreira nos campos estarão em boas condições para disputar vagas de trabalho dentro ou fora do mundo do futebol.